cabo-eletricidade-submarino

trabalho à distância

Cabo de eletricidade submarino mais longo do mundo já está operacional

O cabo submarino de cerca de 720 km de extensão (450 milhas) construído para a partilha de energia renovável entre o Reino Unido e a Noruega já está operacional, avança a ‘CNBC’.

A National Grid da Grã-Bretanha apelidou, num comunicado emitido na semana passada, a ligação do Mar do Norte de mais de mil milhões de euros  (US $ 1,86 bilhão) como “o interconector elétrico submarino mais longo do mundo”.

A North Sea Link (NSL) é uma joint venture com a norueguesa Statnett, proprietária e operadora da rede de transmissão de energia do país. Foi contruído com o objetivo de aproveitar a energia hidráulica da Noruega e os recursos de energia eólica do Reino Unido.

Segundo a National Grid, quando a produção eólica do Reino Unido é alta e a procura por eletricidade é baixa, o sistema surge como uma solução para facilitar as exportações para a Noruega, o que,  por sua vez, ajudará a conservar a água nos reservatórios deste último. “Quando a procura é alta na Grã-Bretanha e há baixa geração de vento, a energia hidráulica pode ser importada da Noruega”, refere o organismo.

Embora a Noruega tenha uma longa história de produção de petróleo e gás, as autoridades indicam que 98% de sua produção de eletricidade provém de fontes renováveis, com a energia hidráulica a representar a maior parte.

O projeto liga a cidade inglesa de Blyth a Kvilldal na Noruega e terá uma capacidade máxima inicial de 700 megawatts, sendo aumentada para uma “capacidade total” de 1.400 MW em três meses.

A ligação do Mar do Norte é o quinto interconector da National Grid, existindo outras que ligam a Holanda, França e Bélgica.

.

Fonte (Executive Digest): https://bit.ly/3uJyRp7

 

Related Posts