Artigo Guia Fiscal do Interior

Investir e morar no Interior

A crise do COVID poderá ter mudado a forma como muitos de nós vemos a vida, as prioridades e ambições. Talvez para muitos tenha sido o princípio de uma mudança profunda?

Para ajudar aqueles que ponderaram mudar para um ambiente mais descontraído, menos poluído e barulhento e com muito menos stress, apresentamos alguns pontos chave do “Guia Fiscal do Interior”, que pode ser lido na íntegra aqui.

Sabe por exemplo que se for morar para o interior terá aumento nas suas deduções em sede de IRS, durante 3 anos? Mas os benefícios podem ser também para os estudantes e claro, as empresas.

O guia inclui diversas áreas de intervenção, não apenas o típico apoio ao agricultor, incluindo apoios para pessoas e famílias e também empresas, destacando-se:

Apoios às empresas

  • taxa reduzida de IRC (12.5% para os primeiros 25.000 euros de matéria coletável) para as PME
  • majoração de 20% dos benefícios previstos no regime DLRR em caso de reinvestimento dos lucros das empresas
  • deduções à coleta mais elevadas para investimentos
  • municípios que em geral têm menores taxas de derrama
  • isenções de IMT e IMI para imóveis de áreas florestais
  • majoração dos gastos com manutenção e defesa da floresta, em sede de IRC

Apoios às pessoas

  • rendas dos estudantes em instituições de ensino do interior conta como despesas de educação e na majoração de gastos em educação
  • aumento do limite de deduções no IRS, durante 3 anos, para as famílias que se mudem para o interior
  • isenções de IMT e IMI para imóveis de áreas florestais
  • majoração dos gastos com manutenção e defesa da floresta, em sede de IRC

 

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Gostou deste artigo? Gostaria de saber mais? Precisa da nossa ajuda neste tópico? Contacte-nos!

    Related Posts

    Leave a comment