o-que-é-a-inteligencia-artificial

O que é a Inteligência Artificial?

A inteligência artificial (IA) é uma ciência cujo objetivo é compreender o fenómeno da inteligência. Da mesma forma é também considerada um ramo de engenharia, pois procura construir instrumentos que apoiem a inteligência humana.  Podemos concluir que a inteligência artificial é a ligação entre a ciência e engenharia que permite máquinas realizem tarefas que, normalmente, são executadas por humanos, pois precisam do uso de inteligência.

A Inteligência Artificial estuda e analisa a forma como os humanos pensam, construindo teorias e modelos de inteligência. Um sistema de Inteligência Artificial é capaz de armazenar e manipular dados, mas consegue também adquirir, representar e manipular o conhecimento – deduzir ou inferir conhecimentos através do conhecimento existente e de utilizar métodos de representação e manipulação para resolver problemas complexos.

Na década de 40 surgiram as primeiras pesquisas relativas à IA, após a criação do primeiro computador digital. Apenas em 1956 o termo “inteligência artifical” começou a ser utilizado, no famoso encontro de Dartmouth onde estiveram presentes, entre outros, os especialistas em ciências da computação Allen Newell, Herbert Simon, Marvin Minsky, Oliver Selfridge e John McCarthy. Desde então, formas de estabelecer comportamentos inteligentes nas máquinas têm sido estudadas e desenvolvidas. O grande desafio das pesquisas em IA pode ser resumido com a questão deixada por Minsky no livro “Semantic Information Processing” em 1968: “Como fazer as máquinas compreenderem as coisas?”

Atualmente, a inteligência artificial está presente no nosso quotidiano. Num simples smartphone, o corretor ortográfico, a assistente pessoal, a forma como a segurança e o processamento de imagens são geridos e muitas aplicações funcionam com base na IA. O mesmo acontece quando usamos o computador, o GPS, o último modelo de robô de cozinha ou de limpeza. A verdade é que, quanto mais dependemos da inteligência artificial para algumas tarefas de rotina, mais ela se torna familiar. Essa dependência e familiarização crescentes farão com a que a inteligência “artificial” passe a ser cada vez mais “natural”. Entrar em casa e vermos as luzes acenderem-se automaticamente – porque a casa irá “aprender” a conhecer os nossos hábitos e rotinas – é apenas um dos exemplos mais básicos daquilo que mudará no nosso dia-a-dia.

A IA está a progredir a uma velocidade nunca antes vista, o que promete transformar a sociedade como a conhecemos e as nossas experiências e vivências em todas as áreas, da economia à ciência, passando pela a educação, a agricultura, os transportes, toda a indústria e até o entretenimento.

 

Gostou deste artigo? Gostaria de saber mais? Precisa da nossa ajuda neste tópico? Contacte-nos!

    Related Posts

    Leave a comment